'Mãe' de uva Mundial salva do risco de extinção

 

A uva de vinho raro apelidado de "Casanova" por causa de seu papel na geração de várias das principais cepas do mundo está um pouco mais longe da extinção graças a  um cientistas e voluntários suíços.

A variedade Gouais Blanc ganhou um novo respeito, há 15 anos, quando um estudo mostrou que era a uva mãe de muitas variedades, incluindo Chardonnay e Gamay.

Mas, apenas alguns poucos  de vinhedos em todo o mundo continuavam a cultivar  uvas Gouais Blanc. Em um  deles, na área Haut-Valais da Suíça, foi recentemente salvo de ser arrancada por um projeto da comunidade liderado pelo Dr. José Vouillamoz,  renomado geneticista  de uvas e coautor do livro Wine Grapes

"Meu amigo, o produtor Josef-Marie Chanton ouvindo sobre a morte iminente do vinhedo, em 2010, imediatamente entrou em contato comigo", disse Vouillamoz durante um seminário sobre uvas esquecidas na Conferência de Comunicação do Vinho 2014 Digital em Montreux, Suíça.

"Juntos, decidimos criar uma associação para resgatar e comprar este vinha histórica. Demorou algumas semanas para reunir 33 pessoas dispostas a pagar a sua parte para comprar a vinha ", diz Vouillamoz. "Mas levou dois a três anos para levantar os fundos públicos para a renovação."

A vinha de 0.2ha, localizada em um declive de 60% a 70%, tem uma dúzia de variedades raras e foi batizado VinEsch, em homenagem a uma aldeia próxima. Desde 2011, um grupo de voluntários de toda a Suíça tem passado fins de semana reconstruindo os muros de pedra que suportam 27 terraços do vinhedo.

"Haut-Valais é o único lugar na Terra onde Gouais Blanc tem sido continuamente cultivadoa desde a Idade Média", disse Vouillamoz.

"Na França, apenas um vinhedo em Marin na Haute-Savoie continua cultivando esta cepa".


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!