85% dos italianos não sabem nada sobre vinhos, diz pesquisa

Na maioria das vezes, escolha dos vinhos é feita por sommeliers

 

O italiano ama vinho, mas não o conhece. Segundo uma pesquisa feita pela empresa Fipe Confcommercio para a Vinitaly, um dos maiores eventos sobre vinhos do mundo que acontecerá em Verona de 10 a 13 de abril, 85% dos italianos não sabem nada ou quase nada sobre a bebida.

De acordo com o documento, a escolha do tipo de vinho a ser bebido, assim como outras informações da etiqueta e do ano, está relacionada, na grande maioria dos casos, às sugestões de sommeliers e garçons.

Aliás, os funcionários do setor são muito importantes para a sua sobrevivência e lucro. Cerca de 70% das vendas de vinhos na Itália acontecem em restaurantes ou wine bars. Sobre o tipo dos vinhos, o preferido de 48,3% dos consumidores italianos são os que têm gás, ou seja, champanhes e espumantes.

Logo em seguida vem os vinhos rosé e os doces. E em relação à proveniência, 55,2% dos entrevistados disseram que preferem as bebidas que são produzidas na região.

"Os números que apresentaremos na Vinitaly formam um quadro discretamente positivo. Os italianos estão demonstrando que apreciam cada vez mais realizar atividades fora de casa, contexto ideal para reservar parte do seu tempo livre privilegiando o consumo [de vinho] de qualidade", afirmou o presidente da Fipe, Lino Stoppani.

"Os italianos se declaram como pouco entendedores de enologia, mas mesmo assim demonstram apreciar nossos vinhos e confiar no profissionalismo dos funcionários de restaurantes e de bares em relação à seleção e à escolha de etiquetas e de modalidades de consumo. Isso é um importante sinal de confiança no setor e um convite sempre maior para melhorar a qualidade das propostas", afirmou Stoppani.

 

 

Fonte: Jornal do Brasil


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!