Blanc Fumé de Pouilly

Didier Dagueneau foi um revolucionário, pioneiro na região de Pouilly-sur-Loire. Ícone e iconoclasta, Didier começou em 1982 com menos de 3 acres de vinhedos e quando de sua morte trágica já tinha 27 acres e produzia 7 mil caixas de sauvignon blanc de altíssima qualidade. O Domaine Didier Dagueneau é ainda hoje uma vinícola minúscula que faz vinhos raros e de grande qualidade. Insistia sempre em mais qualidade a ponto de incomodar os vignerons vizinhos.

Determinado a se destacar dos demais, Didier adotou no rótulo de seus vinhos o antigo nome da apelação: Blanc Fumé de Pouilly. Sem formação formal em enologia, Didier Dagueneau passou a usar métodos incomuns no Loire: poda severa para reduzir drasticamente os rendimentos, colheita manual e fermentação em barricas, prática então abandonada na região. Não tardou a conquistar a liderança do Pouilly-Fumé.

Didier Dagueneau tinha uma aparência hyppie e ideias avançadas para a época: Em entrevista a Wine Spectator, em 1995, disse: "Eu quero ser o melhor". E se você quer ser o melhor, você precisa de métodos e técnicas para chegar lá: suas vinhas têm de ter as melhores uvas, sua vinificação tem de ser a mais rigorosa. Não existe receita. São todos os detalhes da vinicultura e da vinificação, a 'assemblage' de pequenas coisas o que faz a diferença entre um bom vinho e uma grande vinho".   

No Domaine Didier Dagueneau os filhos Benjamin e Charlotte seguem usando leveduras selecionadas e o vinho repousa longamente em busca da expressão cristalina da sauvignon blanc. Didier morreu num acidente de ultraleve em setembro de 2008 aos 52 anos de idade. Seus vinhos são brancos cristalinos, raçudos e equilibrados.

A empresa emprega uma pessoa por hectare, que atua diariamente no manejo do solo e nos cuidados com a plantação. Os solos são manejados sem o uso de herbicidas e as colheitas são feitas exclusivamente a mão.


Uva: Sauvignon Blanc

Safra: 2007

Produtor: Domaine Didier Dagueneau

País: França

Região: Loire - Pouilly

Teor Alcoólico: 12%

Temperatura de Serviço: 8ºC

Sugestão de guarda: Está em um grande momento, mas é possível armazená-lo por mais 5 anos.

Vinificação: O parreiral é plantado em solo de marga e argila com vinhedos de 5-10 anos.  A colheita é feita de

forma manual

Amadurecimento: A fermentação alcoólica ocorre em barricas de carvalho por 12 meses, e depois a continuação da fermentação alcoólica é feita por 6 meses em tanques de aço inox com temperatura controlada.

 Findo este processo o vinho é engarrafado.

Visual: Coloração amarelo palha, com toques verdeais, límpido, vivo e brilhantes. Lágrimas untuosas.

Olfato: Apresentou aromas de fruas cítricas (limão, limão siciliano e pomelo), maçã verde, ervas, grama, suor e notas minerais.

Paladar: Corpo médio, acidez bem presente, final longo e que faz a boca salivar.

Harmonizações: Aves, Frutos do Mar, Massas Leves, Pescados. Experimentamos e aprovamos a combinação com filés de lombinho suíno, temperados só com sal. Combinou bem.



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!