É Importante ter uma Adega?

Sérgio Cardoso

 

 

Esta é provavelmente a pergunta que todo apreciador do vinho já se fez alguma vez. A resposta vai depender do perfil de consumidor de vinho que cada um desenvolve.

Quando alguém começa a se interessar pela bebida, pode permanecer simplesmente como um consumidor imediato, aquele que tem poucas garrafas em casa, normalmente não se aprofunda muito nos conhecimentos sobre o vinho mas gosta de beber boas garrafas e pensa que pode achá-las no mercado, a todo o momento. Este não é o perfil de quem precisaria de uma adega em casa.

Mas, se você começa a se interessar por mais conhecimento, gosta de experimentar vinhos diversos, aproveitar boas oportunidades de compras e acompanhar a evolução de um vinho, aí sim, é imprescindível que você tenha uma adega. E quando você resolve que é fundamental ter a adega, chega a hora de definir quantas garrafas ela deve conter.

Por experiência própria, posso afirmar que uma adega pequena não resolve o problema. A conclusão é que, quanto maior a adega, mais vinhos conseguimos colocar dentro dela, e se pode ter certeza que ela estará sempre cheia, atendendo assim a todas as nossas expectativas.

Você pode ter uma adega pensando no vinho como investimento financeiro. Os bons vinhos, quando bem comprados, costumam valorizar bem mais que outros ativos, mas para isso é preciso paciência e disciplina para não beber e nem estragar o investimento. Ou se pode simplesmente querer ter essas boas garrafas à sua disposição simplesmente para seu prazer.

Pois bem, seja qual for seu motivo, possuindo ou não uma adega, com as garrafas bem guardadas em adegas apropriadas ou mesmo num canto da casa, é importante que você não esqueça quanto tempo este vinho já está com você e quanto tempo ele ainda estará bom para ser bebido.

É fundamental que você tenha total controle sobre as garrafas, tendo que saber quais são os vinhos que possui, suas quantidades, quanto tempo pode guardar cada um e nunca esquecer a hora de bebê-lo para não ter a decepção de, ao abrir a garrafa, verificar que ele já pode estar decadente ou estragado.

Antigamente este trabalho ficava a cargo das anotações no famoso "Carnet de Cave". Atualmente, com o uso de computadores, esta função ficou mais fácil, pois com o software Adegas & Vinhos você terá uma preciosa ajuda no gerenciamento de suas garrafas.

 

* Sérgio Cardoso é enófilo, avaliador de vinhos de Adegas & Vinhos e professor da Associação Brasileira de Sommeliers do Rio de Janeiro.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!