E os melhores vinhos para 2016 são...

Continua em 2016 o trabalho hercúleo de João Paulo Marins de catalogar o que de melhor se pode beber em Portugal. Diz-se hercúleo por ter milhares de entradas num total de 628 páginas.

Não são certezas absolutas, porque estamos no domínio do gosto, e cada um terá o seu, mas é uma referência fundamental no mundo do vinho em Portugal - já é feito há 22 anos.

É na secção dos vinhos generosos (principalmente os do Porto) que se encontram as notas mais altas (vários com 19 e 20 valores), mas o destaque mais extenso vai naturalmente para os vinhos de mesa, onde os tintos dominam.

Este guia mantém uma secção de vinhos a menos de €4. Destacam-se, com 16,5 valores, o Deu la Deu branco Alvarinho Grande Escolha 2013 (da Adega de Monção, a €3,99) e o Vidigueira 2014 branco A Inspiração (que, no entanto, apresenta actualmente um pvp de €9,80).

O guia apresenta ainda uma extensa lista de garrafeiras em Portugal e no estrangeiro, com os respectivos contatos.

 

Espumantes e generosos

Nos espumantes, a Murganheira domina com dois vinhos com nota 18: o 2007 Vintage (ainda não está à venda) e o 2008 Millésime (€18). Nos vinhos generosos, há 12 vinhos do Porto com 19 valores, mas o destaque vai para os com 20 valores: Graham's 1882 Ne Oublie, Quinta do Noval Vintage 2011, Taylor's Vargellas Vinha Velha Vintage 2011 e Taylor's Colheita 1863. Referência final para o único moscatel de Setúbal com 20 valores: o José Maria da Fonseca Roxo Superior 1951.

 

Vinhos de Portugal 2016

João Paulo Martins

Oficina do Livro || 628 págs.

 

€16,60


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!