GALINHADA A MODA ALBERGARIA

A galinhada é um prato de simples execução, legitimamente brasileiro e caipira. Entre seus ingredientes, o frango ou galinha caipira ou “de quintal” como também é chamado nesse Brasil de meu Deus. Isso não quer dizer que não possa ser preparado com o frango de granja.

 

Ingredientes

  • 1 galinha caipira ou frango cortado em pedaços
  • 10 dentes de alho picados
  • 2 cebolas grandes picadas
  • Óleo de canola
  • 1 pimentão vermelho
  • 2 tomates
  • 1 pacote de ervilhas frescas
  • hortelã
  • manjericão
  • salsinha
  • cebolinha
  • coentro
  • louro
  • açafrão
  • pimenta-do-reino
  • sal
  • 500g de arroz
  • 1 tablete de caldo de frango

 

Modo de Preparo

  1. Em um vasilha adicione 4 dentes de alho picados, 1 cebola picada, hortelã, manjericão, salsinha, cebolinha, coentro, louro, açafrão, pimenta-do-reino e sal. Misture tudo e acrescente uns 1 ½  copo de oleo de canola.
  2. Coloque os pedaços de frango e misture bem. Deixe marinando na geladeira por 12 horas.
  3. Após as 12 horas, coloque água para aquecer.
  4. Em uma panela coloque óleo de canola, e refogue 1 cebola e 2 dentes de olho picados.
  5. Acrescente os pedaços de frango e deixe dourar – Reserve.
  6. Retire a gordura que se formou e reserve.
  7. Na mesma panela em que foi refogado o frango, coloque água quente e acrescente o tablete de caldo de frango e duas colheres de sopa de açafrão. Deixe ferver.
  8. Em uma panela de ferro acrescente a gordura da fritura do frango e refogue 1 cebola e 4 dentes de alho picados.
  9. Acrescente o arroz e refogue.
  10. Junte ao arroz refogado, o frango, 2 tomates picados  em cubos, 1 pimentão fatiado a julienne.
  11. Misture tudo e deixe refogar um pouco.
  12. Acrescente o caldo de galinha, o suficiente para cobrir tudo (um dedo acima).
  13. Quando o arroz estiver quase cozido, acrescente as ervilhas frescas.
  14. Deixe cozinhar até o caldo secar o suficiente para que a galinhada fique úmida, porém não empapada (tipo risoto).
  15. Sirva em uma travessa de barro, decorando com folhas de manjericão, salsinha, cebolinha e louro.

 

Harmonização

TERRAS DO CARTAXO

Fundada em 1954, a Adega Cooperativa do Cartaxo está implantada na região demarcada do Tejo, onde as atividades vitivinícolas existem desde o século X. Sempre preocupada em reunir as melhores condições tecnológicas e humanas para uma melhor produção de vinhos, a cooperativa com uma área de 1.000 hectares, produz cerca de 7 milhões litros de vinho por ano, com cerca de 70% de vinho tinto, numa gama muito diversificada de vinhos engarrafados.

Esse português é habitué dos grandes supermercados, sendo fácil de encontrar. Não seja preconceituoso, encare, são apenas 20 e poucos reais e como a maioria dos vinho portugueses, é bem honesto e entrega ao que se propõe. Não é um top, não é super complexo… É um vinho bem aromático, cheio de frutas, fácil de beber, muito macio.

 

Uvas: Castelão (40%), Trincadeira (40) e Tinta Barroca (20%)

Safra: 2013

Produtor: Adega Cooperativa Cartaxo

País: Portugal

Região: Tejo (Ribatejo)

Teor Alcoólico: 13,5%

Temperatura de Serviço: 16° a 18°C

Visual: Coloração granada escuro. Lágrimas densas e coloridas

Nariz: Aromas de frutas silvestres e groselha. Após um tempo os aromas se abriram e notamos a presença de baunilha

Boca: Apresentou uma complexidade média, frutado, com um pouco de baunilha. Final agradável e persistente

Harmonizações: Carnes vermelhas grelhadas ou assadas, carnes de caça e pratos bem condimentados. Experimentamos com galinhada e posso garantir que ficou fantástico. Reúna os amigos e desfrutem.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!