Massaya Gold Reserve

“Histórico”, é o melhor adjetivo para descrever a plenitude, maciez e intensidade de aromas deste vinho, que acompanham a tradição milenar dos vinhos do Líbano.

A mescla de sensações que este libanês proporciona, resulta emm um vinho de grande corpo, rústico e potente, porém possível de perceber como ele ainda pode evoluir por vários anos de guarda

Massaya é uma vinícola boutique do Líbano que, apesar de pouco explorado, produz vinhos há milhares de anos, desde a época dos fenícios. Ao lado desses vinhedos, no vale do Bekaa, os romanos antigos construíram o maior templo que existe ao Baco, deus do vinho e das festas. A vinícola produz os vinhos oriundos de vinhedos ocupando cerca de 50 hectares dos quais 40 hectares cultivados com cepas tintas segundo uma densidade de 3.300 plantas por hectare e, rendendo 45 hectolitros por hectare. A idade do vinhedo é de 18 anos, composto por Cabernet Sauvignon, Cinsault, Merlot, Grenache Noir, Mourvèdre, Syrah e Tempranillo. Entre as brancas figuram Chardonnay, Sauvignon Blanc, Clairette, Obeidi.

O vale do Bekaa situa-se em Tanail, região dotada de especiais condições para a produção vitivinícola, estendendo seus vinhedos a 1000 metros acima do nível do mar e protegida pelo Monte Líbano, da influência mediterrânea, e Cordilheira Antilíbano dos rigores saarianos. Essas condições permitem gozar de um clima excelente com verões quentes e invernos chuvosos propiciando um índice pluviométrico de 500 mm a uma temperatura média de 25ºC. O solo dessa região é predominantemente argilo-calcário. Esses vinhedos dão continuidade a uma história que remonta à época em que fenícios e romanos já praticavam a atividade na região tendo estes últimos, inclusive construído um templo em homenagem a Baco cerca de 5.000 anos atrás na localidade de Baalbeck bem próxima de Tanail.

 

Uvas: Cabernet Sauvignon (50%), Mourvèdre (40%) e Syrah (10%)

Safra: 2008

Produtor: Massaya

País: Líbano

Região: Vale do Bekka

Teor Alcoólico: 14,5%

Temperatura de Serviço: 16° a 18°C

Decantação: Para degustá-lo há necessidade de decantação por mais ou menos uma hora e meia para evoluir bem.

Sugestão de Guarda: 10 anos

Vinificação: Durante o cultivo, as uvas passam por vários processos manuais de plantação, cuidados e avaliações. Tudo isso pode acontecer a qualquer momento, mas uma coisa é certa: ninguém colhe essas uvas antes ou depois do pôr do Sol. O momento exato é esse, durante o crepúsculo, que em libanês se diz “massaya”. A colheita acontece entre setembro e outubro.

Amadurecimento: É envelhecido em tonéis de aço inox seguido por mais dois anos em barricas de carvalho francês. Ao final é engarrafado sem clarificação ou filtragem, tendo estrutura, equilíbrio e concentração de taninos, que o torna perfeito para guarda

Visual: Cor púrpura profunda, escura e densa,  com reflexos granadas

Nariz: Limpo e poderoso, com aromas de madeira, sândalo, incense, pimenta-do-reino e outras especiarias.

Boca: Corpo forte e opulento, com paladar de frutas vermelhas bem maduras, quase negras. Percebemos notas de café tostado e de folhas de chá preto, talvez pela presença da cepa Syrah. Após a decantação notamos complexos sabores de couro levemente mentolado.

 

Harmonizações: Cordeiro, carnes vermelhas de caça, massas, queijos maturados, 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!