Minimus Anima 2007

 

Presenteado pelo amigo Marcelo Donatelli,finalmente consegui provar as criações do vinhateiro Marco Danielle, proprietário do Atelier Tormentas no Rio Grande do Sul.

Marco é um daqueles caras inquietos que a gente sempre ouve falar, que resolveram largar tudo para seguir seu sonho. Era fotógrafo e tinha uma boa carreira, mas o vinho pelo jeito falou mais alto.

O Minimus Anima é um daqueles vinhos ditos, de "garagem", elaborados em pequenas quantidades e desenvolvido de modo totalmente artesanal, no sentido de alcançar a maior qualidade possível no resultado final dentro da garrafa.

Este vinho é parte do projeto do Atelier Tormentas Vinhos de Autor, que estabeleceu o desafio de elaborar vinhos com a mínima interferência de quaisquer tipos de aditivos, buscando a expressão natural das uvas e do terroir que constituem seus vinhos. Nada de aditivos químicos, chips de madeira ou ajustes no mosto. Sem dúvida, um sujeito corajoso, mas que procura interpretar nossos "vinhos da chuva", como ele diz, dentro de uma filosofia capaz de extrair o melhor das uvas colhidas. Neste caso, de uvas oriundas da região de Encruzilhada do Sul, no Rio Grande do Sul.

Ao meu ver, não se pode considerar este vinho um ícone brasileiro, mas também está longe de algumas críticas contundentes que já li. É um vinho que, sem a menor dúvida, deve ser, ou melhor, tem que ser provado, principalmente pelas suas características únicas! É uma pena que esteja esgotado, pelo menos no site do produtor, mas, caso o encontre em alguma loja por aí, compre-o!

 

Uvas: Cabernet Sauvignon (35%), Tannat  (colheita supertardia) (35%), Alicant Bouschet (20%) e Merlot (10%).

Safra: 2007

Produtor: Atelier Tormentas – Marco Danielle

País: Brasil

Região: Encruzilhada do Sul - RS

Teor Alcoólico: 13%

Vinificação: A colheita e o desengace foram feitos de forma manual, com seleção das bagas que foram prensadas com leve compresso por rolos de inox. Passou por remoagem pelo método maual de pigeage (sem uso de bomba). Não foi tratado a frio, nem passou por filtragem e colagem.

Amadurecimento: não passa por madeira

Tempo de Guarda: Pelo menos mais 5 anos

Visual: Coloração rubi profunda escura, com toque violaceos que denunciam a presence da cepa Alicante bouschet. Bem estruturado, límpido e brilhante.

Nariz: Aromas de frutas maduras, remetendo a frutas negras como o cassis e notas de alcaçuz, mas sem ser enjoativo.

Boca: Intenso, com taninos redondos e macios, encorpado e persistente. É realmente perceptível a sensação de que podemos mastigar o vinho. Apresenta-se muito equilibrado proporcionando muito prazer em ser degustado.

Harmonizações: carnes grelhadas, pasta ao funghi sec, cordeiro, javali e risotos de calabresa ou funghi sec.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!