Picos do Couto Reserva

A Quinta Picos do Couto, no concelho de Tábua, com todas as outras que ao longo dos anos se lhe foram agregando, centraliza toda a produção vitívinicola da FTP Vinhos no sul da região demarcada do Dão, totalizando já uma área superior a 30 Ha de vinha.

A marca Picos do Couto, com origem no nome desta quinta, representa vinhos com um perfil moderno de acordo com as novas tendências.

Considerada por muitos enólogos como uma das grandes variedades portuguesas, a casta Encruzado é capaz de produzir vinhos brancos excepcionais. É cultivada quase exclusivamente no Dão e requer um cuidado e atenção especiais para que se possa extrair os melhores aromas. Os vinhos ficam voluptuosos e complexos, com notas minerais aromáticas e frutas tropicais, especialmente mamão verde, maracujá e melão. A casta Encruzado envelhece bem, com nuances de avelã e, quando fermentada em carvalho, de baunilha. Pode ainda ser vista como uma fusão da textura e terroir de um Chardonnay da Borgonha com os aromas da casta portuguesa Fernão Pires e com a malvasi, como neste caso.

 

Uvas: Encruzado e Malvasia

Safra: 2011

Produtor: Quinta do Picos do Couto

País: Portugal

Região: Dão

Classificação: DOC/VQPRD

Teor alcoólico: 14 %

Temperatura de serviço: 100 a 120C

Sugestão de guarda: até 5 anos.

Vinificação: As uvas sofre uma ligeira maceração na prensa, resultando um mosto brilhante que passa por decantação a 40C negativos durante 48 horas. A fermentação ocorre durante 3 semanas sob temperatura controlada de 150C.

Amadurecimento: 6 meses em barricas de carvalho Americano com battonage semanal.

Visual: Coloração amarelo palha bem claro, com reflexos verdeais. Brilhante, límpido e muito transparente. Formação de lágrimas untuosas.

Olfato: Aromas complexos e elegantes, destacando-se o de frutas cristalizadas com suaves notas amanteigadas. Notas de pêssego, pera, amêndoa, baunilha, caramelo e casca de pão.

Paladar: Na boca é um vinho equilibrado, muito fresco, encorpado, macio e mineral. Final de boca persistente e harmônico.

Harmonizações: A casta Encruzado é uma companheira de mesa flexível contendo, ao mesmo tempo, as características dos vinhos mais encorpados e os aromas delicados de vinhos mais leves e perfumados. Com esta casta evite sabores demasiado ousados uma vez que, facilmente, se podem perder as suas nuances. O vinho combina bem com risotos cremosos, preparações leves de vieiras, camarão e peixes com mais textura, como robalo chileno ou tamboril. Tubérculos assados, um simples macarrão “al Fredo” ou o clássico estufado francês de vitela também podem ser uma combinação bem sucedida. Lagostas e pernil de porca na panela. E não esquecer o queijo: a casta Encruzado liga na perfeição com uma gama de queijos de pasta semi-mole e queijos de casca lavada de sabor suave.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!