Ser Sommelier - Paixão pela Profissão

 

Muitas pessoas quando me veem em fotos de trabalho, pensam que ser um profissional da área do vinho é provavelmente um dos melhores empregos que existem. E na minha opinião, é mesmo! Eu amo o que faço! Mas o que muita gente não sabe, é que para realmente ser um bom sommelier, nesse mercado é preciso muito mais do que provar alguns vinhos, é necessário dedicação, determinação e paciência. É um mundo de informação sem fim. A cada dia existem novas técnicas, tantas uvas desconhecidas, novos países produzindo vinho. Ninguém, jamais, irá saber absolutamente tudo sobre o assunto, mas alguns poucos loucos estão tentando.

Existem hoje diversos cursos de formação para aqueles que desejam entrar nesse mercado, seja como enólogo ou como sommelier. Eu busquei a opção Sommelier em escolas que me proporcionassem uma boa formação. Fiz o primeiro curso no Brasil, na reconhecidissima escola do Senac de Águas de São Pedro. Em seguida me tornei Sommelier Internacional pela ASI (Association de la Sommellerie Internationale - France) passando pelo ¨Examen de Certification - ASI 2012). Mas eu queria mais! Uma coisa que você leitor deve entender sobre os profissionais do vinho, é que eles nunca estão satisfeitos, estão sempre procurando mais cursos de formação, mais viagens para regiões vinícolas, mais, mais e mais, em resumo são obcecados pelo assunto.

 

No momento, atrás dessa busca incessante por conhecimento decidi me aventurar no Master Sommelier. O maior grau de instrução que um Sommelier pode adquirir em sua carreira. O Master Sommelier é uma instituição que foi criada na Inglaterra há cerca de 40 anos, e dentro desses 40 anos, apenas um pouco mais de 200 pessoas passaram na prova para se tornar um Master Sommelier. O processo funciona assim: são quatro etapas, que vocêfaz com pelo menos seis meses a um ano de espaço entre elas. Se você conseguir passar por todas as etapas, pronto, você é um MS. Mas não é tão simples assim, são provas e mais provas que testam seu conhecimento mais profundo sobre o assunto.

Quais as regiões vitivinícolas da Bulgária? Quais as sub-regiões de Mosel, na Alemanha? Onde a uva Chiavennasca é plantada e qual o seu sinônimo? Quais as uvas mais plantadas na região de Bergerac, na França? Esses são exemplos de algumas questões que podem cair na provar teórica. Ainda existem as provas práticas de serviço do vinho, que incluem o serviço de espumantes e vinhos decantados, e a prova mais temida: a degustação às cegas! O nível de reprovação nessa última fase é de 95%!

Essa última consiste em seis vinhos, três brancos e três tintos, em que o aluno deve, em um tempo total de 24 minutos fazer oralmente a análise organoléptica das bebidas e chegar em um conclusão final: novo mundo ou velho mundo. Uva ou uvas. Safra. País. Região. Sub-região. Denominação de Origem. Seis vinhos em vinte e quatro minutos e tudo que você puder falar sobre ele.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!